França, Portugal, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica, Grécia, Suíça,

 


Conheça mais sobre a Igreja Matthias


Conheça aqui mais sobre a Igreja Matthias. Localizada próxima do Castelo Buda e ao lado do Fisherman's Bastion, a igreja, apesar de ser conhecida como Matthias, tem como nome oficial Nossa Senhora. Nessa matéria nós vamos contar um pouco mais sobre a história e a visita à Igreja Matthias, uma das mais bonitas da Hungria.

Igreja Matthias, Budapeste

História da Igreja Matthias

Segundo algumas crenças, a primeira igreja do local foi feita pelo primeiro rei húngaro, St. Stephen, no ano de 1015, no entanto, estudos mais recentes não encontraram evidencias materiais de sua existência até 1247. Quando os mongóis invadiram a Hungria, em 1242, Buda foi completamente destruída, inclusive a igreja, caso essa tenha existido de fato. A (re)construção, que foi feita em duas partes e que teve muita influencia francesa, ocorreu entre 1250 e 1270, sob o comado do rei Béla IV. A partir do século 14, era na Igreja Matthias que a nomeação e a introdução ao povo dos novos reis passou a ocorrer. O local foi mais uma vez reconstruído entre 1370 e 1380, só que dessa vez ele passou do estilo de catedral para uma igreja gótica. Quatro anos depois, a famosa torre do sino caiu durante uma cerimônia, e surpreendentemente ninguém ficou ferido. Sua reconstrução teve inicio entre 1461 e 1470, sob as ordens do rei Matthias, mas ela só foi finalizada quase 100 anos depois. A tradição de pendurar bandeiras, que podem ser vistas ainda hoje, começou em 1412, quando os húngaros capturaram algumas em uma campanha contra Veneza. 

História da Igreja Matthias

Quando os turcos ocuparam a Hungria no século 16, a igreja foi rapidamente transformada (inclusive fisicamente) na principal mesquita da cidade, o que perdurou por praticamente 150 anos. No final do século 17, a Igreja de Nossa Senhora foi um dos primeiros lugares reconquistados pelos húngaros. Depois que o turcos foram expulsos, o local foi dado para os jesuítas e algumas reformas foram feitas. Em 1723 ocorreu um grande incêndio que danificou diversas partes da estrutura, e, 25 anos depois, um raio a atingiu, e por isso vários elementos barrocos foram introduzidos nas reformas. Já em 1773, o papa acabou com a ordem dos jesuítas, e os anos de crescimento da igreja chegaram ao fim quando ela foi entregue para a cidade. Durante quase um século mais algumas modificações foram feitas, até que o rei ordenou que os itens barrocos fossem retirados e o local voltasse ao seu estilo gótico original. Por conta disso, entre 1873 e 1896, outras reformas foram realizadas e a igreja tomou o formato que conhecemos hoje. Dois anos depois, os corpos do rei Béla III e de Anna Antiochia foram transferidos para o local, transformando-o, a partir dai, em uma espécie de "cemitério real". Durante a Segunda Guerra Mundial e a ocupação comunista, a igreja ficou tão danificada que quase foi demolida, mas reparos foram feitos até a década de 90 para salvá-la.

História da Igreja Matthias

Visita à Igreja Matthias

Se você quer conhecer mais sobre a história de Budapeste e da Hungria, uma visita à Igreja Matthias, um dos principais pontos turísticos da cidade, é indispensável e precisa estar no seu roteiro. Você pode tanto fazer um tour por ela e pelo museu de arte (pagando 1500 forints húngaros), quanto ir a uma cerimônia religiosa ou então em um concerto musical.

Visita à Igreja Matthias

Não esqueça que o seguro viagem é obrigatório na Europa

Uma informação que é importantíssima para quem está planejando viajar para qualquer destino da Europa é sobre o seguro viagem internacional. Ele é obrigatório para poder viajar para lá. Se quiser saber mais detalhes veja nossa matéria sobre o Seguro Viagem para Europa, com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, como funciona e dicas incríveis de como contratar um seguro viagem internacional excelente pelo menor preço. 

Dicas incríveis para economizar muito na viagem à Europa 

Não deixe de ver também nossa matéria com todas as dicas para economizar muito na Europa. São formas de economizar muito em sua viagem, em tudo o que for fazer. Desde o planejamento da viagem como hospedagem, seguro viagem, passagens, ingressos e transportes, até na hora da viagem com passeios, refeições e compras. Vale a pena conferir pois realmente é possível economizar muito.

Ingressos das atrações de Budapeste mais baratos 

Uma ótima dica para economizar com os passeios e atrações de Budapeste, da Hungria e de toda a Europa, é comprar antes pela Internet, que é sempre mais barato e você economiza tempo fugindo daquelas filas gigantes nas bilheterias de cada atração. Um site muito bom que nós sempre utilizamos é esse Site de Ingressos da Europa que vende ingressos para todos os principais pontos turísticos e passeios das principais cidades europeias. Eles são um dos maiores vendedores de ingressos de passeios e pontos turísticos do mundo, o site está em português e o bom é que você compra todos os seus ingressos da viagem em um único lugar, ao invés de ficar comprando no site de cada atração. É muito mais prático, você tem um atendimento excelente para resolver qualquer problema ou dúvida que tiver e os preços são ótimos e muitas vezes mais barato do que no próprio site da atração. Facilitou bastante nossas viagens e ajudou a economizar um bom tempo sem pegar filas. Se prepare, pois as opções de passeios são enormes e dá vontade de fazer todos. Depois de comprar, você recebe por e-mail o voucher e todas as informações, tudo bem detalhado.

 
Top