França, Portugal, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica, Grécia, Suíça,

 


Conheça mais sobre o Castelo Buda


Conheça aqui mais o Castelo Buda. Localizado ao sul do famoso distrito do castelo, esse é um dos principais pontos turísticos de Budapeste e é um importante local da história da cidade. Nessa matéria nós vamos contar um pouco mais sobre o passado e a visita ao incrível Castelo Buda e suas dependências, como a Galeria Nacional Húngara e o Museu de História de Budapeste.

Castelo Buda, Budapeste

História do Castelo Buda

O primeiro castelo construído em Budapeste foi feito pelo rei Béla IV entre 1247 e 1265, no entanto, hoje não existe nenhuma ruína do mesmo e os historiadores não sabem o lugar exato do distrito em que ele ficava. A parte mais antiga do atual castelo são suas fundações, que foram construídas na primeira metade do século 14. Ainda naquela época, esse primeiro castelo romanesco foi destruído pelo rei Sigismund, e em seu lugar foi feito um de estilo gótico que era bem maior (ele inclusive era um dos maiores da Europa) e mais seguro. Depois que o rei Matthias Corvinus se casou com Beatriz de Nápoles, ele decidiu fazer um novo castelo renascentista, que se tornou ainda maior e mais luxuoso que o anterior. Porém, poucos elementos dessa época continuam visíveis atualmente. Quando os turcos ficaram no poder de Buda (por mais de um século), esse grandioso palácio ficou em ruínas e a maior parte do seu esplendor foi perdida. Mas a destruição do castelo medieval se deu principalmente durante o cerco de 3 meses que os cristãos (de diversas nacionalidades) fizeram para retomar a cidade em 1686. Por conta disso, o resto das ruínas teve que ser demolido e, entre 1715 e 1723, um novo e menor castelo foi feito de acordo com o estilo barroco, mas ele nunca foi completamente concluído.

História do Castelo Buda

Pelo apoio que recebeu dos húngaros, a rainha Maria Teresa proporcionou as reformas e a grande expansão do castelo na segunda metade do século 18. Diferentemente dos primeiros reis húngaros, ela não usava o local como residência, então Maria Teresa usou o espaço como sede de uma universidade. No entanto, isso não deu certo, e o castelo passou a ser o novo palácio Habsburgo na Hungria, e, consequentemente, se tornou o centro da vida da alta sociedade do país. Já em um incêndio em 1810 e durante a revolta do povo húngaro contra a dinastia dos Habsburgos, o castelo foi mais uma vez seriamente danificado. Com a independência da Hungria, um novo palácio real, que pudesse ser comparado com os maiores da Europa, precisava ser construído, dessa forma, entre 1885 e 1912 o novo Castelo Buda foi desenhado e construído (de acordo com os estilos barroco e neo-renascentista) pelos famosos arquitetos Myklós Ybl e Alajos Hauszmann. O local foi ocupado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, e suas estruturas foram mais uma vez extremamente danificadas quando o exército vermelho soviético conquistou a cidade em 1945. A sua reconstrução começou cinco anos depois e só foi terminar nos anos 80. Foi durante esse período que ruínas do castelo da Idade Média foram descobertas e incorporadas à estrutura.

História do Castelo Buda

Visita ao Castelo Buda

Uma visita ao Castelo Buda é obrigatória durante sua viagem por Budapeste. Essa enorme construção tem diversas estátuas, fontes, jardins e seis alas, onde se encontram o Museu de História de Budapeste, a Galeria Nacional Húngara e a Biblioteca Nacional Széchényi. Além de visitar esses museus (cada um possui uma horário de funcionamento e preços diferentes) é possível fazer alguns tours por dentro do castelo e ver a troca de guardas.

Visita ao Castelo Buda

Não esqueça que o seguro viagem é obrigatório na Europa

Uma informação que é importantíssima para quem está planejando viajar para qualquer destino da Europa é sobre o seguro viagem internacional. Ele é obrigatório para poder viajar para lá. Se quiser saber mais detalhes veja nossa matéria sobre o Seguro Viagem para Europa, com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, como funciona e dicas incríveis de como contratar um seguro viagem internacional excelente pelo menor preço. 

Dicas incríveis para economizar muito na viagem à Europa 

Não deixe de ver também nossa matéria com todas as dicas para economizar muito na Europa. São formas de economizar muito em sua viagem, em tudo o que for fazer. Desde o planejamento da viagem como hospedagem, seguro viagem, passagens, ingressos e transportes, até na hora da viagem com passeios, refeições e compras. Vale a pena conferir pois realmente é possível economizar muito.

Ingressos das atrações de Budapeste mais baratos 

Uma ótima dica para economizar com os passeios e atrações de Budapeste, da Hungria e de toda a Europa, é comprar antes pela Internet, que é sempre mais barato e você economiza tempo fugindo daquelas filas gigantes nas bilheterias de cada atração. Um site muito bom que nós sempre utilizamos é esse Site de Ingressos da Europa que vende ingressos para todos os principais pontos turísticos e passeios das principais cidades europeias. Eles são um dos maiores vendedores de ingressos de passeios e pontos turísticos do mundo, o site está em português e o bom é que você compra todos os seus ingressos da viagem em um único lugar, ao invés de ficar comprando no site de cada atração. É muito mais prático, você tem um atendimento excelente para resolver qualquer problema ou dúvida que tiver e os preços são ótimos e muitas vezes mais barato do que no próprio site da atração. Facilitou bastante nossas viagens e ajudou a economizar um bom tempo sem pegar filas. Se prepare, pois as opções de passeios são enormes e dá vontade de fazer todos. Depois de comprar, você recebe por e-mail o voucher e todas as informações, tudo bem detalhado.

 
Top