França, Portugal, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica, Grécia, Suíça,

 


Conheça mais sobre a Catedral de São Patrício


Conheça aqui mais sobre a Catedral de São Patrício. Localizada em Wood Quay, no distrito Dublin 8, próxima ao centro da cidade, a Catedral de São Patrício é a maior igreja da Irlanda e um dos principais pontos turísticos de Dublin, recebendo meio milhão de visitantes por ano. Por conta disso, esse local deve estar na lista de lugares que você precisa visitar enquanto estiver conhecendo a cidade. Nessa matéria nós vamos contar um pouco sobre a história dessa importante catedral e sobre a visitação que ocorre lá.

Catedral de São Patrício

História da Catedral de São Patrício

No local onde hoje está o prédio da Catedral de São Patrício, que foi construída entre 1220 e 1259, havia uma antiga igreja de madeira onde acredita-se que São Patrício batizava os novos fiéis. Foi o arcebispo John Comyn que confeiru São Patrício à uma catedral, mas a construção de pedra como conhecemos hoje é atribuída ao arcebispo Luke, que ficou no cargo entre 1219 e 1260. Nessa época, a igreja foi feita seguindo o estilo gótico, por isso ela é cheia de detalhes. Com o tempo, o local foi crescendo (em 1270 foi adicionada a Lady Chapel e em 1370 foi feita a Torre Minot, por exemplo), mas também sofreu com alguns problemas na estrutura. No ano de 1316 uma tempestade derrubou uma parte do prédio, e em 1362 houve um grande incêndio, sem contar os recorrentes problemas com as inundações. Um importante fato na história da igreja aconteceu em 1300, quando o arcebispo Ferings fez o "Pacis Composto", que era um acordo entre a Catedral de São Patrício e a Catedral da Santíssima Trintade, para que ambas pudessem trabalhar em conjunto e sem conflitos entre elas. 

História da Catedral de São Patrício

Mais para o meio do século 15 foi inaugurada a escola de coral da catedral, e ela existe até os dias de hoje. Por conta da Reforma Protestante inglesa, essa igreja foi transformada em anglicana em 1537, o que durou até a década de 50 daquele mesmo século, quando foi revertida de volta para o catolicismo romano, só que, no reino de Elizabeth I, o local voltou a ser anglicano. Já em 1546, uma outra escola foi aberta na catedral, mas dessa essa vez era a escola de gramática, que também existe até hoje. Entre os séculos 18 e 19, a igreja serviu como capela para a Ordem de São Patrício, por isso ainda existem banners e bandeiras das famílias que apoiavam os Cavaleiros da Ordem acima do local do coral. No meio do século 19, mais uma vez a catedral estava em condições ruins, então Benjamin Guinness (da mesma família da cerveja) pagou pela sua restauração, dessa forma, muito da estrutura e da decoração que se vê hoje vem da época Vitoriana.

História da Catedral de São Patrício


Visita à Catedral de São Patrício

Uma visita à Catedral de São Patrício é obrigatória para quem quer conhecer mais sobre a história de Dublin e da Irlanda. Várias pessoas importantes foram enterradas na igreja, como foram os casos de Jonathan Swift (o escritos de As Viagens de Gulliver), Thomas Jones e vários arcebispos de Dublin. A catedral também é muita rica em detalhes, então preste bastante atenção neles durante o passeio. Os horários de visitação variam de acordo com o dia e a época do ano, e o ingresso para entrar custa 6 euros.

Visita à Catedral de São Patrício

Não esqueça que o seguro viagem é obrigatório na Europa

Uma informação que é importantíssima para quem está planejando viajar para qualquer destino da Europa é sobre o seguro viagem internacional. Ele é obrigatório para poder viajar para lá. Se quiser saber mais detalhes veja nossa matéria sobre o Seguro Viagem para Europa, com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, como funciona e dicas incríveis de como contratar um seguro viagem internacional excelente pelo menor preço. 

Dicas para economizar muito na sua viagem à Europa 

Não deixe de ver também nossa matéria com todas as dicas para economizar muito na Europa. São formas de economizar muito em sua viagem, em tudo o que for fazer. Desde o planejamento da viagem como hospedagem, seguro viagem, passagens, ingressos e transportes, até na hora da viagem com passeios, refeições e compras. Vale a pena conferir pois realmente é possível economizar muito.

Veja outras matérias legais de Dublin:

 
Top